quinta-feira, 14 de abril de 2011

Os 7 pecados mortais

O fcporto apresentou os 15 pecados capitais de duarte gomes no Benfica - fc porto. Não somos tão exaustivos. Apresentamos os 7 pecados capitais (o rigor fica sempre bem) do fcporto durante toda a época. A bem da verdade, não foram só 7, nem 15, foram muitos mais, mas não gostamos de ser hereges. Aqui estão os 7 (5 dos quais na 1ª volta, sublinhe-se), como na Bíblia:

SOBERBA – Naval – 0; fcporto – 1 (1ª jornada). O fc porto marca de penálti (bola na mão), a 5 minutos do fim;

GULA - Nacional – 0; fcporto – 2 (5ª jornada). Com 0-1, o árbitro perdoa uma grande penalidade ao fcporto (mão na bola de Rolando);

INVEJA – V. Guimarães – 1; fcporto – 1 (7ª jornada). Grande penalidade por assinalar contra o fcporto por falta evidente sobre Edgar;

PREGUIÇA – fcporto – 1; V. Setúbal – 0 (13ª jornada). Depois de Jailson ter feito o 1-1, de grande penalidade, o árbitro obriga o jogador setubalense a repetir a marcação do penálti. Falhou;

IRA – Beira-Mar – 0; fcporto – 1 (17ª jornada). Golo do fcporto marcado através de grande penalidade que não existiu;

AVAREZA – Braga – 0; fcporto – 2 (19ª jornada). Bellushi, sobre o intervalo, agride 2 vezes o árbitro. Impunidade;

LUXÚRIA – fcporto – 1; V. Setúbal – 0 (13ª jornada). Golo de falcão através de penálti inexistente.


1 comentário:

  1. Grande comentário e muito a propósito!
    Benfica sempre!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...