terça-feira, 8 de maio de 2007

Mais que um simples gesto

FOTO TIAGO PETINGA/LUSA

O que foi dito no “post” sobre Lilian Thuram serve às mil maravilhas para o que se passou, ontem, no Palácio de Belém. Eusébio, o “Pantera Negra”, recebido em audiência pelo Presidente da República, não pode deixar de ter um significado mais lato, que extravassa o simples gesto de agradecimento do antigo jogador do Benfica e da Selecção ao apoio de Cavaco Silva, durante a sua hospitalização.
Este momento é bem a “imagem” do que fomos, do que somos, do que queremos continuar a ser: um País multiracial e multiétnico. Eusébio é o símbolo maior dessa nossa miscigenação, de que nos orgulhamos, como Coluna, Matateu, Hilário, entre muitos outros.

3 comentários:

  1. Enquanto há 40 anos atrás Eusébio tinha de ter muito cuidado com o regime salazarista,agora ele tem de ter muito cuidado com o regime alimentar :)

    ResponderEliminar
  2. Esqueceu-se de Yannick Djaló, Nani, Lourenço e outros jovens talentos da nova miscigenação.

    ResponderEliminar
  3. zé matamouros11 maio, 2007 23:10

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...