segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Caiu a máscara a Duarte Gomes

A máscara caiu ao árbitro Duarte Gomes. O homem que arbitrou o Benfica – Sporting vem dizer ao jornal “Record” que no lance entre Postiga e Yebda, que todos os comentadores, analistas e ex-árbitros, disseram ter havido penálti contra o Sporting, afinal “pareceu-lhe” que “houve carga anterior” do benfiquista sobre o sportinguista. Desenganem-se, leram bem, Duarte Gomes disse mesmo o que acabei de escrever, reproduzindo o “Record”.
Não é grave um árbitro errar. Errar é humano. Não é grave um árbitro pedir desculpa. É sinómino de carácter. O grave é mentir. Porque isso significa que agiu voluntariamente, com má fé.
Duarte Gomes já teve tempo de, desde o final do jogo, até ontem ter visonado dezenas de vezes o lance entre Postiga e Yebda, ao cair o pano da primeira parte. Se vem agora afirmar que marcou falta de Yebda sobre Postiga porque lhe “pareceu” que o meio campista do benfiquista carregou primeiro o avançado do Sporting, das duas uma: ou está a mentir ou precisa urgentemente de óculos bem graduados. E nas duas situações, Vítor Pereira, o presidente do Conselho de Arbitragem, só tem um caminho: aconselhar Duarte Gomes a abandonar a arbitragem.
Este árbitro lisboeta tem boa imprensa. A sua arbitragem no Benfica – Sporting foi considerada exemplar. Nada mais falso. Quer-se de novo branquear uma arbitragem como se fez no caso de Jorge Sousa, o árbitro do Benfica – FC Porto.
Ora, só para exemplificar, aqui vão alguns exemplos da grande arbitragem de Duarte Gomes: 1 – Postiga em fora-de-jogo fica isolado, quase marca se não fosse o corte in extremis de Sidnei; 2 – pontapé por trás de Rochemback em Reyes, sem sanção disciplinar; 3 – agarrão de Postiga a Yebda, ficando uma grande penalidade por marcar; 4 – Tonel agarra Cardozo, quando este fugia para a área, sem sanção disciplinar; Moutinho carrega com dureza Reyes, sem sanção disciplinar.
Perante este cenário, Duarte Gomes bem fazia em manter-se calado. Mas, pelos vistos, a consciência pesada obrigou-o a dar um tiro no pé.

9 comentários:

  1. "È pior a emenda que o soneto". Ele não diz que viu, mas sim, "que lhe pareceu...".
    Não é de admirar: esta também faz parte da "cambada" ao serviço do BES e do Sporting que engloba o Presidente da arbitragem Vitor Pereira, sportinguista confesso.
    Há uma coisa grave no meio disto tudo: muita gente diz que o Vitor Pereira é um homem sério (a mim nem sequer me parece).
    É outro Pinto de Sousa que todos diziam ser sério. E vê-se, de uma penada é acusado de mais de 100 crimes...
    Tudo gente séria desde que prejudiquem o Benfica. Mas há alguma dúvida de que foi penalty?
    Pode ser que ele depois de vêr a TV confesse que errou.

    jr

    ResponderEliminar
  2. vermelhos no bolso29 setembro, 2008 20:05

    100% de acordo quanto ao branqueamento da vergonhosa arbitragem do Jorge Sousa. Perdoar vermelhos directos ao Luisão, Katsouranis (no lance que dá penalty) e Nuno Gomes (a primeira de duas consecutivas) e conseguir ter boas crónicas é obra!
    O paixão tentou imitá-lo na jornada seguinte, mas só conseguiu perdoar 2 expulsões-

    ResponderEliminar
  3. A robalheira do costume...

    Actualmente, não temos bons árbitros...
    Mas se uns são "apenas" maus e prejudicam ambos os lados, e o futebol, outros, como o Duarte Gomes, preferem "enganar-se" sempre para os mesmos lados...

    Depois admiram-se quando nos Campeonatos da Europa e do Mundo não vão árbitros portugueses...

    ResponderEliminar
  4. Antes de mais convém referir que, de facto era pénalti contra o Sporting, mas o que o árbitro vem dizer é que lhe "pareceu" ter havido falta de Yebda.
    Ora se lhe pareceu, digo eu, é porque já não parece, e então está apenas a assumir o erro e como tal deve er castigado.
    Talvez a Comissão de Arbitragem devesse instaurar um sumaríssimo ao Duarte Gomes.

    http://chutodeletra.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Duarte Gomes mentiu. Sic noticias ve-se claramente que na altura em apitou sinalizou com gestos que estava a marcar por ser mão!! Mentiroso. Divulguem isto.

    ResponderEliminar
  6. é no mínimo curioso o gesto do arbitro nesse lance, como mostraram nas imagens n'"o dia seguinte"...

    ResponderEliminar
  7. E vocês não se lembram de como ganharam o Campeonato em 2005???????

    ResponderEliminar
  8. Passo a explicar o que se passou.

    No record de domingo o árbitro que analisa os casos para esse pasquim, saiu-se com essa excelente desculpa que o Yebda tinha feito uma falta anterior sobre o Postiço.

    Esse apitador lembrou-se logo de utilizar isso como desculpa, mas foi BURRO ao ponto de não ver as repetições do lance, visto que nenhuma mostra essa tal falta.

    Para acabar em beleza o bruto esqueceu-se do gesto que tinha feito após assinalar falta do Yebda, claramente a dizer que tinha sido por mão na bola.

    Aqui está a explicação.

    SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS

    ResponderEliminar
  9. Caro companheiro, fiz um post sobre isso, porque ontem nas imagens passadas no dia seguinte sobre o lance, prova-se que Duarte Goes MENTIU, pr isso caso tenhas o link dessa imagem, envia-me pois aquilo que se passou tem de ser alvo de processo disciplinar a este mentiroso.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...