quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Ainda, Léo...

"Concordo. Infelizmente parece que o Camacho não gosta muito dele. A confirmar-se a saida, será um (mais um) erro tremendo. Na minha opinião, precisamos é de um defesa direito. Só espero que, se ele sair não acabe no Porto... "

Cumprimentos Gloriosos,

Vitor Esteves

comentário enviado por email

2 comentários:

  1. Vivo em Madrid e devo dizer que daqui é que dá para ver a superioridade enorme do Porto e a forma como a comunicação social é inquinada. Aqui,os comentadores espanhóis são imparciais no que toca ao futebol estrangeiro mas aqui em Madrid, os do Real, todos admitem que torcem pelo Benfica de Camacho, mas dizem que o Porto é superior, tem um plantel superior é melhor organizado e por isso ganha quase sempre.
    Elogiam muito o F.C.Porto, e Quaresma, Tarik, Lisandro, assim como Lucho e Bosingwa. Dizem que o Porto pode ser a maior surpresa da Champions este ano, e que pode chegar muito longe, e que o Porto domina por completo o futebol português (o jogado).
    No último Benfica-Porto disseram até que,’’ era pena porque já se sabia que o Porto venceria o campeonato e que isso é o costume...’’. Nesse jogo ocorreu um episódio que me fez rir por ver como a Comunicação Social, neste caso a SportTV, é tão descaradamente parcial, ( aqui vi na Digital Plus): Quando na 1ª parte o Lisandro cai na área houve apenas uma repetição e os comentadores espanhóis logo disseram que era penálti. Depois, na 2ª parte, naquela queda ridícula do Di Maria os comentadores disseram logo á 1ª repetição que era uma simulação. Como é habitual o realizador da SportTV logo disponibilizou umas 5 repetições do lance de diversos ângulos, o que levou os comentadores (que ate torciam pelo Benfica, por causa do Camacho) a dizerem: "não entendemos porque a realização esta a passar tantas vezes este lance. Já se viu logo à primeira que é uma simulação..." E pensei: se fossem portugueses e acima de tudo portistas íam entender...lolol!

    Cá em Espanha desvalorizam tudo o que não seja espanhol e acham a Liga portuguesa uma Liga menor, mas todos respeitam e admiram o Porto. Aliás o espanhol comum, do Benfica só conhece o Camacho e pouco mais. Já do Porto conhecem e falam muito do Quaresma, mas não só, também o Lucho. E os mais atentos comentadores desportivos elogiam ainda o Lisandro e o Tarik que pelas prestações na Champions têm deixado uma excelente imagem..
    Eu sempre reparei a forma como o Porto é desvalorizado em Portugal e como tentam diminuir os seus feitos, mas visto de fora do país ainda se vê melhor a antítese entre o enorme respeito que o Porto tem fora de portas e o desprezo com que é tratado no seu próprio país...
    Outro exemplo, no final do jogo contra o Besiktas, liguei para o meu pai e ele disse-me que na abertura do telejornal diziam que o Porto tinha ganho com um golo polémico. Enquanto cá criticou-se foi a burrice do guarda- redes uma vez que não houve nenhum fora de jogo e mesmo que houvesse a atitude foi a de um principiante.
    Outro exemplo é esse esterco de jornal, Correio da Manhã : Nojento é o melhor que se pode dizer: O CM acha que o Besiktas tinha dominado e fala de um golo mal anulado ao Porto como se fosse um mero detalhe. Aqui salientaram que o Besiktas pouco fez e nada arriscou, para quem tinha de ganhar, e que o erro do Rustu compensava o erro do auxiliar no lance de fora-de-jogo, porque o Porto já merecia e devia estar a ganhar a essa altura. E no final disseram mesmo que o Porto se quisesse tería partido para a goleada…

    Como é tudo tão diferente quando não se vê por um filtro vermelho. Num país onde, infelizmente ainda impera a iliteracia, o ostentacionismo bacôco nacional-parolista. Nacional-parolismo, esse cujo o maior símbolo é o benfiquismo.

    ResponderEliminar
  2. José Casimiro de Pina14 dezembro, 2007 21:16

    No Porto?! Alguém no seu perfeito estado de juízo e espírito trocava Fucile por Léo???? Só em sonhos!!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...