quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Crónica do Peão: Lindos, mas vazios...

Estádio da Luz, domingo às 20.45 h, Benfica – Académica – 12.000 espectadores (jornal O JOGO); 10.000 espectadores (jornal A BOLA). Pode um jogo de futebol disputar-se a um Domingo às 20.45 horas?Num estádio com capacidade para 65 mil pessoas, com menos de 45 mil, a Luz torna-se um local confrangedor, um monstro de cimento, frio e vazio. O contrário do que foi e deve ser sempre o Estádio da Luz: um Inferno.Depois do jogo com o FC do Porto, de triste memória, ouvi diversos comentários de benfiquistas e não benfiquistas, com um denominador comum: a Luz não mais vai encher até final da época.Permito-me discordar. Se a equipa conseguir ultrapassar as próximas duas eliminatórias da Taça UEFA, estou certo que a Luz voltará a encher para os quartos-de-final e, assim o espero, para as meias-finais.Porém, há que garantir uma afluência média constante, acima das 50 mil pessoas, ao longo de toda a época. Tal objectivo traz vantagens não só financeiras como competitivas. Não é a mesma coisa jogar num estádio quase vazio ou numa Luz fervilhante e infernal. A força anímica que injecta nos nossos jogadores é proporcional ao temor que provoca nos nossos adversários.O que fazer? Desde logo, terminar com a ditadura das televisões, chamem-se elas Sport TV, SIC, TVI ou RTP. Ninguém convence famílias a irem ao estádio com jogos ao domingo à noite.Depois, praticar preços competitivos – um assunto que devia merecer a atenção da direcção da Liga de Clubes, agora que está preocupada com a situação financeira dos clubes.Pergunto-me: que receita terá feito o Benfica (bilheteira + “cachet” televisivo)? Essa verba não seria superior se o jogo tivesse sido no domingo à tarde, sem transmissão televisiva, e com, provavelmente, 50 mil nas bancadas?Eu sei que esta é uma velha questão. Mas, apesar de velha, está longe de estar resolvida. Não aprendemos com os erros e, pior, nem sabemos copiar o que de bem feito se faz lá fora, principalmente em Inglaterra. Assim, continuaremos a caminhar alegremente para o abismo. Lembrem-se dos estádios de Leiria, de Aveiro, de Coimbra e do Bessa. Lindos, mas vazios…

Publicado, por mim, no blogue http://mestresdofutebol.com

1 comentário:

  1. http://footballdependent.blogspot.com/14 dezembro, 2007 10:38

    My friend:

    A luz voltará a encher sem dúvida alguma e não vai ser necessária a prestação da uefa, basta masi uns 5 ou 6 jogos com bons resultados e o stádio estará outra vez bem composto.

    mais,se ganharmos em belem (muito dificil) aposto em casa cheia contra o estrela...

    vão ver.

    http://footballdependent.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...